Novos públicos, novas modalidades de formação: os serviços de apoio ao utilizador em adaptação a novos contextos

Autores

  • Maria João Amante Instituto Universitário de Lisboa (ISCTE-IUL), Serviços de Informação e Documentação, Lisboa, Portugal
  • Teresa Segurado Instituto Universitário de Lisboa (ISCTE-IUL), Serviços de Informação e Documentação, Lisboa, Portugal http://orcid.org/0000-0003-2966-6781
  • Ana Inácio Instituto Universitário de Lisboa (ISCTE-IUL), Serviços de Informação e Documentação, Lisboa, Portugal http://orcid.org/0000-0002-6993-9089

Palavras-chave:

Bibliotecas de Ensino Superior, Formação de utilizadores, Modalidades de formação

Resumo

O forte investimento institucional na oferta de formação pós-graduada numa instituição de ensino superior resultou na necessidade de adaptação dos serviços de formação da sua Biblioteca. Neste contexto, foi essencial a utilização da informação estatística e a análise dos instrumentos de avaliação recolhidos a partir de 2012, não só ao nível da satisfação, mas também das expetativas, da utilidade e da perceção de impacto.

Esta comunicação pretende apresentar as três modalidades de formação disponibilizadas atualmente pela Biblioteca, partindo da análise da formação mais convencional – formação em sala – e incluindo a necessidade de individualização do apoio através da reformulação do Serviço de referência e da criação de conteúdos online.

A sistematização da informação permitirá refletir sobre a adequação do serviço prestado aos objetivos institucionais e a pertinência do desenvolvimento de novas metodologias e práticas na formação de utilizadores em Bibliotecas de Ensino Superior.

Downloads

Publicado

2018-10-24

Edição

Secção

Comunicações: II – Redes, Comunidades e Literacias